Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese



ONLINE
1




 

 Próximo evento do UFC

UFC 175: Chris Weidman vs. Lyoto Machida

5 de julho de 2014

Mandalay Bay

Events Center em

Las Vegas (EUA)

 

postado em:23/06/2014

 

              Card principal

 

      Valendo o Cinturão do Peso Galo

Estados UnidosJosh

Rettinghouse


vs. Brasil Marlon moraes

   

  Valendo Cinturão do Peso Pena

 

 

 

Brasil José Aldo 

vs.

 Ricardo Lamas

       
 

 

Estados Unidos Frank Mir

 

vs.

 

Países Baixos Alistair Overeem

     
  Brasil John Lineker vs. Rússia Ali Bagautinov        
  Estados Unidos Bobby Green vs. Estados Unidos Abel Trujillo        
      Card Preliminar 
  Canadá John Makdessi vs. Brasil Alan Patrick        
  Estados Unidos Chris Cariaso vs. Japão Kyoji Horiguchi        
  Estados Unidos Nick Catone vs. Inglaterra Tom Watson        
  Estados Unidos Al Iaquinta vs. Estados Unidos Kevin Lee        
 
  Estados Unidos Clint Hester vs. Estados Unidos Andy Enz        
  Estados Unidos Tony Martin vs. Rússia Rashid Magomedov        
  Estados Unidos Neil Magny vs. Rússia Gasan Umalatov

 

 
 
  Parceiro
 
 
Parceiro

 

 logo Oficial

 Logo UFCBrasil

 


Home

UFC

 A história do UFC e do MMA

 

 

Como tudo começou?

                                 

     Na Família Gracie...

 

Começou com inspiração nos violentos torneios brasileiros de Vale-tudo nas décadas

de 80 e 90, os irmãos Gracie, comandados por Rorion e dispostos a provar

a superioridade de seu Jiu-Jitsu no mundo todo, organizaram um torneio revolucionário

e ousado nos EUA, praticamente sem regras (só não valia morder e colocar os dedos

nos olhos do oponente).

 

Isso aconteceu em 1993, há 19 anos atrás, e o torneio, com certeza você conhece,

porque todo mundo conhece: é o UFC, Ultimate Fighting Championship.

 

As primeiras edições do brutal UFC só serviriam para provar duas coisas, além do apelo

popular que as suas lutas despertavam.

 

A primeira: o Jiu-Jitsu realmente era superior em diversos aspectos às outras artes

marciais, até porque, das quatro primeiras edições, em três o vencedor foi Royce

Gracie, a lenda imortalizada do MMA mundial.

 

A segunda: o modelo apresentado à época não duraria muito, pois a brutalidade

era tão extrema que chegou-se a proibir o evento em diversos estados americanos.

 

O que os Gracie não imaginavam é que, mais do que um torneio sangrento e sem

regras definidas, por meio de sua iniciativa estavam dando início a uma nova

era de glória no mma. Simplesmente, eles haviam fundado um esporte, um novo

esporte cujo nome viria a se tornar mais tarde MMA, Mixed Martial Arts, ou

Mix de Artes Marciais, se você assim preferir.

 

A partir do quinto evento do UFC, forçados pelas comissões atléticas dos estados

americanos, foi necessário se estabelecer um limite de tempo para as lutas, o que

fez com que os Gracie se retirassem das competições oficiais.

 

O que ninguém imaginava é que nos anos que se seguissem, até 2001, o UFC

enfrentaria diversos problemas para sancionar seus eventos e para se estabelecer

financeiramente( que com a compra do UFC pelo Dana White isso acabou). O que era

absolutamente rentável, dada agora a dificuldade em se atribuir regras racionais

e em se promover profissionalmente o evento, se tornaria um poço de dívidas.

Na verdade, o modelo não era bom, estava defasado, já

que o esporte necessitava crescer, já àquela época ninguém mais praticava

somente uma modalidade de luta.

 

E as coisas mudaram,

 

Em 2001 os irmãos Fertitta, Frank e Lorenzo, do Stations Casino, encorajados

pelo promotor de boxe, Dana White, resolveram investir pesado na compra dos

direitos do evento, foram cerca de U$ 2.000.000,00. Eles fundaram a Zuffa, que

hoje controla as regras do show e faz o intercâmbio entre as comissões atléticas.

Se Royce Gracie é o monstro sagrado do octógono, a lenda fundadora do esporte,

Dana White não fica atrás. Guardadas as proporções relevantes e o fato de não

saber dar um soco, o promotor trouxe inovações significativas ao evento e o

popularizou mundo afora.

Estima-se, segundo levantamento da respeitadíssima publicação americana

Fighter`s Only, que o MMA é o esporte que mais cresce no mundo desde 2007

e acredita-se que, já em 2016, deverá se tornar o esporte mais popular do planeta.

 

     

        Parte do texto retirado de outros sites.

 

 

 

 

MMA Significa Artes Maciais Mistas